[RP FECHADA] Roanoke

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Ter Out 11, 2016 7:31 pm

ROANOKE
LOCAL: Igreja.

PARTICIPANTES: Donatella Marie Burberry e Taylor Allen Strauss.

HORA: Something About 5:00 P.M.

STATUS: Fechada, +18 e Em andamento


Última edição por Donatella Marie Burberry em Qua Out 12, 2016 4:38 pm, editado 1 vez(es)


CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Ter Out 11, 2016 8:06 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Os pneus cantaram quando freei o carro com força, fazendo com que o meu corpo e o de Taylor balançassem violentamente. Gargalhei. Eu havia vindo dirigindo em velocidade acima do normal e cantado pneus algumas vezes, o que provavelmente deveria ter assustado o moreno ao meu lado, mas eu não ligava. Na verdade, eu gostava. Eu conseguia me lembrar das loucuras que eu costumava fazer em NY e como não havia me divertido assim desde que havia chegado naquele inferno, há dois anos. O único problema era que Taylor não sabia disso.

Desci do carro e bati a porta atrás de mim, jogando a chave para meu parceiro de crime e caminhando rapidamente em direção ás árvores. Nós havíamos passado alguns metros da Igreja e eu procurava por um lugar em especial que eu havia descoberto com Calliope quando havíamos passeado por ali. Eu não tinha certeza onde ficava, mas sabia que estava escondido ali, no meio das árvores em algum lugar. Eu ainda vestia apenas a camiseta de Taylor e minha calcinha, meus pés descalços doíam um pouco quando se chocavam contra os galhos no chão, mas eu estava cagando para aquilo. Estava determinada em encontrar o esconderijo.

-Ah ha! -Comemorei quando finalmente encontrei. Afastei os galhos e as folhas que tampavam a grade de ferro e abri um sorriso tendencioso para Taylor, conforme prendia os pés e as mãos e começava a escalá-la. -Vamos ou vai ficar para trás, monamour. -Avisei com uma risadinha conforme pulava e caía de pé contra o concreto que abria um túnel subterrâneo. Olhei para o garoto com os olhos brilhando e agarrei sua mão, disparando adentro, conforme a luz ia enfraquecendo até tudo se tornar breu. Olhei para o garoto, apalpando seus bolsos. -Ok, preciso do seu celular.

Eu usaria o meu, mas estava em algum lugar debaixo do lago naquele momento. Encontrei o aparelho e liguei a lanterna conforme o flash iluminava nosso caminho. Algumas pichações estampavam as paredes do túnel e o lugar era realmente assombroso, mas eu gostava. Não acreditava em assombrações de qualquer forma. Permaneci atenta conforme andávamos, esperando encontrar o pequeno vão no concreto que nos levaria onde eu desejava chegar. Era uma quarta-feira e o único dia em que a Igreja de Burkitsville ficava às moscas. Só Deus sabia o que o padre saía para fazer naquele dia, mas ele não voltaria tão cedo.

-Esses túneis foram construídos na guerra, onde as pessoas buscavam abrigo. Um colega que conheci semana passada me contou sobre isso, foi o primeiro lugar que conheci nessa cidade. Aparentemente os túneis foram usados para mendigos se abrigarem posteriormente e os padres costumavam a ajudar. Por isso devemos achar uma entrada por... -Me interrompi conforme passava a lanterna pelas paredes, exibindo um pequeno vão com escadas antigas e uma baixa porta de madeira podre. -Aqui.

Abri um sorriso satisfeito conforme forçava a porta, a fazendo se abrir. Desliguei a lanterna ao adentrar na pequena sala onde o padre ficava, composta por crucifixos em todas as paredes, uma fonte de água benta e um armário com artefatos da igreja. Uma enorme mesa se encontrava no centro, junto de janelas com belos vitrais que permitia pouca passagem da luz naquela tarde escura. Caminhei em direção ao enorme móvel de madeira e o abri, tirando dali uma garrafa de vinho. Abri um sorriso para Taylor, mordendo a rolha, a puxando em um só movimento.

-Espero que você não seja religioso. -Falei em tom irônico, conforme bebia um bocado do vinho direto da garrafa. Abri um sorriso tendencioso para o rapaz, pulando e me sentando sobre a mesa de madeira, mantendo minhas pernas em abertura convidativa. -O que? Não quer dar uns goles no sangue de Cristo?


CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Ter Out 11, 2016 10:04 pm



roanoketake me everywhere you want
Segurava no cinto de segurança com os olhos arregalados enquanto Colleen dirigia como uma louca. Ela gargalhava de felicidade e eu, de nervoso. Viver perigosamente realmente não fazia meu estilo, aquilo me deixava tremendo. Praticamente agradeci a Deus quando a loira parou o carro, o único problema era o fato de meu ateísmo desde os doze anos.

Desci do carro pouco depois que a garota saiu, segurando a chave que ela havia jogado para mim. Não tive problemas em lhe seguir pelas árvores, colocando as mãos em meus bolsos e praticamente revirando os olhos ao avistar a igreja. Estava preocupado com a loira, não havia lhe emprestado nenhum sapato ou coisa do tipo.

Semicerrei os olhos ao avistar a grade revelada pela estudante de arquitetura, os abrindo a boca ao vê-la escalando calmamente. Nunca havia feito aquilo, era uma completa loucura! Respirei fundo, escalando logo atrás dela, me jogando e caindo de pé no chão pouco tempo depois.

Ouvi a moça pedindo meu celular enquanto o procurava em meus bolsos, já estava praticamente pronto para entregá-la quando ela o encontrou e ligou a lanterna. Parei para observar as coisas que estavam pichadas, notando palavras ilegíveis e frases até mesmo bonitas. Gostava da aura do local, a ideia de que não era completamente solitário me agradava bastante.

A história que Colleen me contou sobre aqueles túneis era no mínimo interessante. Não sabia que existia alguma coisa além de grama em Burkittsville na época das guerras e nem mesmo que haviam pessoas boas naquela cidade. Tive meus pensamentos interrompidos quando vi a garota abrindo a porta.

Quase gorfei ao notar aquela sala que era praticamente um padrão em todas as igrejas que havia ido. Passei os dedos pelas paredes enquanto a outra abria uma garrafa de vinho. Me aproximei com um sorriso ao ouvir seu comentário, ficando entre suas pernas e quase colando nossos rostos.

— Seria um problema enorme se eu fosse religioso. — murmurei mais para mim do que para ela, pegando a garrafa de vinho de suas mãos. — Cristo já deve me odiar mesmo, que seja.

Soltei uma risada de escárnio, tomando um longo gole da bebida. Logo após colocar o recipiente na mesa, beijei a loira com intensidade pelo o que pareceram longos segundos. Pouco depois me afastei novamente, bebendo mais uma vez.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Ter Out 11, 2016 10:18 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Um sorriso se abriu em meu rosto, mais largo do que deveria, quando escutei o comentário do moreno em relação a religião. Ele tomou meus lábios intensamente antes de pegar mais um gole de vinho, conforme eu erguia uma sobrancelha em expressão de curiosidade. Minhas pernas estavam entre o corpo do rapaz e - sinceramente - eu queria continuar ali, mas me forcei a afasta-lo rapidamente, conforme me colocava de pé e saía em busca de algumas coisas dentro dos armários. Soltei uma risadinha, observando a sala pouco iluminada pelo vitral.

-Cristo te odeia? Por quê? -Perguntei em ironia, fingindo surpresa conforme abria uma das gavetas e sentia o sorriso se alargar em meu rosto. Tirei a parte de cima da roupa de uma freira (aquela parte de pano que cobrem os cabelos) e amarrei meus fios em um rabo conforme encaixava a parte na cabeça. Soltei uma risada gostosa, olhando para Taylor em tom animado. -Por que não confessa seus pecados, meu filho?

Perguntei em tom interessado, caminhando em direção ao garoto, pousando ambas as mãos em seu peitoral, o empurrando contra a mesa de madeira. Puxei a camiseta que cobria meu corpo, mostrando lentamente cada pedaço de pele conforme a expressão em meu rosto se contrapunha a roupa de beata que eu vestia. Subi o pedaço de tecido, aproximando-me do garoto até que a camiseta caísse ao chão, deixando meu corpo exposto da cintura para cima, enquanto eu me inclinava e pegava de volta o restante da garrafa de vinho, voltando a bebê-la. Apontei para perto de onde eu estava, forçando para não cair na risada.

-Venha aqui, filho! Ajoelhe-se e me conte todos os seus pecados! Tire-os de si!

Bebi mais um gole do vinho horrível, fazendo uma careta. Esperei que Taylor se aproximasse, para que eu pousasse as mãos sobre seus cabelos, embolando-os nas pontas dos meus dedos. O observei em tom sério, fazendo o possível para manter meu papel.

-Antes de me responder, pense: Desobedeci algum dos Mandamentos? Desenvolvi minha fé? Alguma outra coisa teve mais influência sobre minha vida do que Deus? Neguei ou duvidei da minha fé? -Um sorriso de canto se abriu em meu rosto, conforme eu o observava cuidadosamente. -O que você disser aqui, não sairá daqui. Afinal, essa é a casa de Deus.




CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Ter Out 11, 2016 11:28 pm



roanoketake me everywhere you want
A pergunta irônica da garota teria me feito rir, se eu não a considerasse tão séria. Não lhe respondi de início, observando-a pegar a parte de um traje de freira e vestir. Se antes não havia conseguir soltar uma risada, ao soltar ouvir aquele riso foi como se a loira houvesse me contagiado.

Me senti sendo empurrado contra a madeira da mesa, observando Colleen retirar a camiseta emprestada aos poucos praticamente me torturando por alguns segundos. Ela se aproximava, até que a parte superior de seu corpo estivesse completamente descoberta quase me arrancando um suspiro.

Fui em sua direção, como a garota havia mandado. Tinha um costume horrível de aceitar ordens com facilidade, independente de quem as fizesse e aquilo era um péssimo defeito. Senti meus cabelos nas pontas dos dedos da garota, fazendo-me fechar os olhos por alguns segundos.

Naquele momento a loira me fazia uma pergunta séria. Por um instante me senti tentado a lhe contar tudo, lhe dizer tudo o que havia feito de errado na minha vida e justificar meu medo de viver intensamente por conta desses erros do passado. Entretanto hesitei, continuando quieto.

Respirei fundo, desviando meu olhar para a parede atrás da estudante de arquitetura. Achava muito cedo para lhe contar, mas ainda assim seria melhor se me livrasse desse fardo o quanto antes.

— Além de sentir atração por pessoas dos dois gêneros, descumprimento de vários dos mandamentos e coisa do tipo? — questionei com um sorriso. — Eu não aceitei o corpo que Deus me deu originalmente.

Era como se eu houvesse estremecido completamente só de dizer aquilo, poucas pessoas sabiam de mim depois que havia feito minha transição. Somente meu tio e os amigos mais próximos, estranhava contar aquilo para alguém que havia acabado de conhecer.

— Eu sou trans, Colleen. — confessei, fechando os olhos com força. Já esperava que ela fosse embora e nunca mais olhasse para mim novamente. — Se ele existisse, gostaria de jogar em sua cara o quanto ele não é perfeito, já que errou na hora de me dar um corpo.

Abri as pálpebras novamente, olhando diretamente nas íris claras da garota. Sentia um nó em minha garganta por algum motivo desconhecido, tinha orgulho de ser o que era. Me orgulhava de minha resistência.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Qua Out 12, 2016 1:05 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Sentir atração pelos dois gêneros: hm... Culpada. Quebrar os mandamentos: culpada. Eu estava acompanhando bem as confissões do rapaz diante de mim, ajoelhado conforme meus dedos brincavam com seus cabelos. A cena, para um terceiro, seria bem bizarra de se ver, mas eu estava me divertindo. Até que escutei a segunda parte. Senti o corpo do menino se tensionar e então certa insegurança tomar sua voz. Ele estava realmente confessando algo que o incomodava e eu demorei alguns segundos para raciocinar. Acho que congelei. Foi apenas quando o ouvi dizer em alto e bom som que minha mente finalmente processou o que estava acontecendo: eu sou trans, Colleen.

Bem, e eu não sou Colleen. Meus olhos fitaram o garoto por um momento e eu não tive reação. Eu já havia estado com mulheres e homens tantas vezes que eu sequer sabia se o fato de ele ser transexual me incomodava ou não. Na verdade, aquilo me intrigava. Era diferente, novo, e de certa forma excitante. Eu não tinha ideia de como era estar com um trans e para ser sincera, eu estava mais curiosa do que nunca. Eu jamais diria que Taylor não havia nascido homem, mas por uma razão que eu não conseguia compreender, eu havia gostado da novidade. Caralho! Eu estou com um transexual! Senti meu coração bater mais forte dentro do peito.

Respirei fundo. Minha expressão continuava neutra e eu via que meu silêncio estava começando a incomodar o garoto. Abaixei o corpo e me ajoelhei, parando de frente para ele, pousando ambas as mãos em seu rosto. Um pequeno sorriso sem exibir os dentes se formou em meus lábios e me aproximei, depositando um beijo rápido. Não existiam coisas que me chocassem naquele mundo. Com uma vida tão parada, tão seguida por roteiros, eu havia aprendido a me apaixonar por novidades. Elas eram simplesmente emocionantes para mim, muito bonitas. Só que Taylor tinha que entender isso.

-Quer saber? Eu não acredito nessas merdas religiosas, mas minha avó costumava dizer pra mim que Deus não nos cria perfeitos, mas que nós nos aperfeiçoamos com o tempo. -Ergui uma sobrancelha, escorregando as mãos antes em seu rosto para seus ombros. Arranquei o véu, liberando meus cabelos. -E quanto ao fato de você ter escolhido mudar: -Abri um sorriso mais largo, roçando meus lábios aos dele, mordiscando o seu inferior. -Caguei.

Sussurrei, soltando uma risadinha e voltando a puxa-lo contra meu corpo, enroscando os braços em seu pescoço, me afundando em um delicioso beijo intenso, saboreando o delicioso gosto da boca do rapaz. Meus dedos exploravam os músculos de suas costas sob a camiseta de flanela, conforme eu sentia o calor bater em meu corpo. Isso porque eu já estava praticamente nua. Mordisquei o lábio inferior de Taylor mais uma vez, o puxando como um elástico, descendo os beijos para seu pescoço logo em seguida, intercalando com mordidinhas e leves chupões. Meu coração batia forte e os pensamentos em minha mente gritavam apenas uma coisa: foda-se.






CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Qua Out 12, 2016 3:21 pm



roanoketake me everywhere you want
Notava o quanto a garota parecia processar aquilo lentamente enquanto eu abaixava a cabeça para observar um ponto fixo. Sua expressão não demonstrava muita coisa, o que me deixava ainda mais tenso. Queria pegar o vinho e bebê-lo até chegar em um ponto de um coma alcoólico, esquecendo os problemas pelo tempo que estivesse inconsciente em uma cama de hospital ou até mesmo em uma reabilitação sabendo dos exageros de meu tio.

Já estava pronto para vê-la me afastando, estava pronto para ser rejeitado mais uma vez. Cerrei meus punhos, sentindo minha respiração acelerar. Por que ainda ouvia sua respiração? Por que ela ainda não tinha ido embora, me deixando sozinho mais uma vez? Prendi o ar de meus pulmões, pensando em como poderia encarar a garota considerando que ela sabia sobre mim.

Antes que pudesse fitá-la, senti os lábios da moça pressionado nos meus. Arregalei os olhos, tentando entender o que acontecia. Ouvi suas palavras enquanto ela retirava o pano de sua cabeça e me beijava novamente. Queria chorar, aquilo me deixava tão feliz que fez com que eu soltasse um suspiro, era como se meu coração estivesse em minha garganta.

— Obrigado. — murmurei com um sorriso. — De verdade, obrigado.

Fui puxado contra Colleen. Nosso beijo era intenso e parecia que o sabor do álcool sempre estivesse ali toda vez que nos beijássemos. A estudante de arquitetura descia os beijos para meu pescoço me fazendo arfar ao sentir os chupões e as mordidas.

Retirei minha camiseta com velocidade, beijando os lábios da loira mais uma vez sem nunca perder a intensidade. A coloquei  em cima da mesa, deixando-a na mesma altura que eu. Mordi o lóbulo de sua orelha, descendo o rosto até sua clavícula alternando entre beijos e mordidas sutis.

Pela primeira vez na vida estava fazendo uma coisa teoricamente errada, mas me sentindo tão certo fazendo aquilo. Era como se pudesse me libertar quando estivesse próximo de Colleen, como se a concepção do correto e do incorreto deixasse de existir perto dela. Sentia-me triste por saber que uma hora ambos seguiríamos nosso caminho, provavelmente nunca nos encontrando novamente, por isso sabia que deveria aproveitar.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Qua Out 12, 2016 8:48 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

E as coisas escalaram rapidamente. Antes que eu sequer pudesse perceber, as mãos de Taylor me aproximaram ainda mais e nosso beijo se intensificou de forma absurda. Ele se livrou de sua camiseta e senti meu corpo ser erguido até que eu fosse colocada sobre a mesa, fechando os olhos e mantendo os lábios entreabertos conforme me perdia nas ondas que os beijos de mordidas do garoto causavam em meu pescoço. Suspirei. Meus dedos se enroscaram nos cabelos do moreno conforme eu puxava suas pontas, sentindo minha respiração pesar. Deus! Eu estava pegando fogo. Isso se fosse correto chamar por Deus onde eu estava.

Escorreguei a ponta dos dedos pelas costas do rapaz, podendo sentir agora sua pele. Pressionei meu corpo contra o seu, o prendendo entre as pernas conforme sentia a excitação crescer em meu corpo. Nossas línguas brigavam no beijo e eu sentia como se toda proximidade fosse pouco, eu queria mais. Arrastei as unhas vagarosamente pela pele do moreno, deixando pequenas trilhas vermelhas por onde passava e suspirei, escorregando beijos por seu pescoço, até o peitoral. Meus olhos pararam nas cicatrizes e voltei a fitá-lo nos olhos, conforme o afastava e desabotoava o cinto que usava.

Deus sabe onde teríamos ido com aquela brincadeira, mas antes que eu pudesse terminar minha missão de tirar as calças de Taylor, ouvi barulhos de passos de dentro da igreja. Arregalei os olhos, sentindo o coração disparar e tampei a boca do rapaz em pedido de silêncio. Não tinha como saber quem era, mas assim que as palavras começaram a ser trocadas por duas pessoas, senti meu corpo congelar.

-Puta que pariu. É o padre.

Um momento de silêncio e me arrependi. Os passos pararam e então um "quem está aí" pode ser ouvido. Disparei em direção à porta e a tranquei bem no momento em que o homem tentou girar a maçaneta.

-É o espírito santo.

Falei rapidamente conforme disparava em direção a sala e recolhia todas as roupas jogadas. Soltei uma gargalhada, puxando Taylor pela mão e então disparamos em direção ao túnel conforme o padre forçava seu caminho até dentro da sala. Soltei mais uma risada divertida conforme corríamos na escuridão, tão rápido que sentia meus pés doerem, como se nossas vidas dependessem disso.




CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Qui Out 13, 2016 9:06 pm



roanoketake me everywhere you want
Tudo estava acontecendo tão rápido que parecia me atordoar, mas era tão bom. Senti os dedos de Colleen em meus cabelos enquanto eu… Como posso dizer? Fazia meu trabalho em seu pescoço — Sim, eu sei o quanto esse termo soa estranho — e o calor naquela sala sem o mínimo de circulação de vento parecia aumentar ainda mais.

O toque sempre fora algo que me agradou. Pele na pele, eriçando os pelos e causando toda a excitação do mundo, não é como música para os ouvidos de qualquer um? Nossos corpos estavam pressionados um no outro, o contato aumentava ainda mais como se o muito já não fosse o suficiente. Notei as orbes claras da garota pararem nas cicatrizes geradas em minha cirurgia, mas logo nossos olhares voltaram a se encontrar enquanto tinha meu cinto desabotoado.

Nesse momento quis amaldiçoar todos os cristãos existentes por aquilo. Podíamos ouvir sons de passos dentro daquele maldito templo e a loira cobriu minha boca com uma de suas mãos, não que eu fosse falar alguma coisa. Fomos capazes de ouvir uma conversa, mas particularmente eu não entendi nada do que as duas pessoas do lado de fora daquela sala diziam. Permaneci calado quando a garota anunciou que era o padre, fazendo-me arregalar os olhos.

Colleen correu em direção a porta, o homem questionou a presença de pessoas onde estávamos e quase entrou no local se a estudante de arquitetura não tivesse sido mais rápida e trancado a porta. Tive que segurar a risada quando as palavras pronunciadas por ela chegaram até meus ouvidos, vestindo minha camiseta enquanto íamos em disparada na direção do túnel.

Somente pude soltar a risada no meio do caminho, juntamente com a loira. Não demorou muito até que chegássemos no carro, entrando no veículo e praticamente arrancando para fora daquele lugar.

Encerrado
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Roanoke

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum