– Bitch, I'm Back By Popular Demand.

Ir em baixo

– Bitch, I'm Back By Popular Demand.

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Dom Out 09, 2016 8:09 pm


work, bitch

Donatella
I'm so Fab,
I'm Blonde,
I'm Skinny, I'm rich
and a little bit of a bitch. Filha única da belíssima modelo norueguesa - Scarlett Refinkel - e do CEO multimilionário - Conrard Burbery - Donatella cresceu em um verdadeiro berço de ouro no Upper East Side de Nova Iorque. A pequena garota de cabelos dourados era o grande amor do casal que teve todos os detalhes da sua vida sempre acompanhados dos holofotes e revistas de fofoca. Era oficial: a herdeira Burberry e seus pais eram os nomeados "família mais querida" de todos os Estados Unidos da América.

Crescer com poder exige abrir mão da liberdade e essa foi uma coisa que a pequena Donatella aprendeu logo no início da sua vida. Seu pai havia conhecido sua mãe quando era ainda casado e havia deixado sua primeira mulher para se juntar com a modelo belíssima e de sorriso cativante. E era daí que vinha o pequeno anjo que deveria ser sempre vista com bons olhos por todo o mundo, tomando cuidados excepcionais para não manchar seu nome ou de toda a sua família. Apenas esse grande fardo nos ombros da pequena criança.

Crescendo, a pequena Burberry foi percebendo ser dona de um temperamento complicado. Mimada, conseguindo tudo o que sempre quis e vivendo apenas com as outras crianças high society, a garota juntou seu gênio forte com a fortuna que possuía para produzir uma figura extremamente impaciente e complicada com todos a sua volta, sendo tão colocada em revistas e tão venerada por fãs que passou acreditar a ser uma verdadeira deusa. E nada nunca poderia derrubá-la, ou pelo menos era isso que ela pensava.

Dontatella virou modelo aos oito anos de idade e passou a frequentar as passarelas de grifes famosas logo aos dezesseis. Aos dezessete estava na capa de diversas revistas e saindo com as celebridades mais quentes de Hollywood, montando uma vida de conto de fadas que toda americana adoraria viver. Passou então a construir a imagem pública de uma Donatella que encantava a todos: a modelo bilionária que namorava um ator famoso e saía com suas belíssimas amigas para as noites mais selvagens na cidade que nunca dorme. Ela passou a viver a vida com luxo, se acostumando com tudo aquilo de melhor que a vida poderia oferecer. Foi também aos dezessete anos que a primeira desgraça aconteceu em sua vida.

O câncer de Scarlett foi tão repentino que nem o melhor médico do país conseguiu curar. Donatella teve que enterrar sua mãe e o acontecimento desestabilizou a família como um todo. Conrard era muito ocupado para lidar com a filha e a loira passou a descontar suas dores nas bebidas, nas drogas e nas noites malucas que acompanhava com seus amigos. A perfeita Donatella passou a ficar envolvida em notícias de desastres, de vexames e desobediências quando bêbada. A queridinha da América passou a se tornar uma rebelde, ainda cobiçada pela mídia. Mesmo que tudo aquilo servisse para chamar a atenção do seu pai, tudo o que a garota conseguia eventualmente eram alguns berros de suas assistentes.

Foi nesse mesmo ano que a menina foi flagrada furtando uma loja e que foi presa. A notícia e mídia negativa causou reação imediata de Conrard que despachou a filha para uma cidade no final do mundo, para uma reabilitação. Donatella conseguiu sair no mesmo ano e quando pensou que voltaria para NY para cursar sua faculdade dos sonhos, foi mandada para Burkitsville para cumprir o curso de quatro anos. Desde então a menina nutre intenso ódio do seu pai e se comporta em prol de conseguir voltar para NYC, tomar conta da empresa e se ver livre das exigências de Conrard. Afinal, quem precisa de uma família?
BY MITZI


Última edição por Donatella Marie Burberry em Sex Out 14, 2016 8:53 pm, editado 4 vez(es)


CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 101
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: – Bitch, I'm Back By Popular Demand.

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Sex Out 14, 2016 5:18 pm

love you mom

Minha mãe é, com certeza, minha pessoa preferida no mundo. Sua morte foi um choque para mim quando ela - claramente - era a única Burberry que realmente ligava para mim e realmente me amava, talvez com exceção da minha prima. Quando me lembro da minha mãe antes da sua morte, me lembro de uma mulher feliz, bonita, bondosa e tudo o que eu sempre quis ser. Meu maior arrependimento é não ter passado tanto tempo quanto deveria com ela, e não ter lhe dito que a amava tantas vezes. Eu tenho medo que ela tenha morrido sem saber isso, sem saber o quanto eu a amo e quanto sofri com sua perda. Eu só espero que ela esteja em um lugar melhor, longe de monstros como os que existem aqui na terra. Às vezes eu sei que ela ela está me observando e eu espero que ela tenha orgulho do que vê. Eu tento ser melhor, mais forte por ela.

Eu te amo, mãe.
- Scarlett Marie Grafinkel.

judas

Meu pai, uh! O que dizer sobre esse homem? Se um dia pensei que ele me amava, hoje eu questiono. Ele sempre foi muito ausente, nunca realmente foi um criador para mim e se bobear eu conseguiria reconhecer melhor as feições dos seus assistentes do que as dele. Ele é um homem bom, no fundo eu sei disso, e gosto de acreditar que em algum lugar no fundo daquele coração de gelo, ele também me ama. Mas eu não posso deixar de sentir rancor. Ele não esteve lá para mim quando eu mais precisei, exceto para gritar comigo e me mandar para longe como solução dos nossos problemas. Ao invés de me perguntar o que acontecia, me colocou num psiquiatra. Ao invés de me abraçar, me mandou para outra cidade com um guarda-costas. Mas foda-se. Eu não preciso dele. Eu posso me virar sozinha... Com minha herança, é claro.

Daddy I hate you.
- Conrard Aiden Burberry.

like a sister

Calliope é a coisa mais próxima que eu já tive de uma irmã. Mesmo que eu e a morena não tivéssemos sido muito próximas no início, nos conhecemos desde sempre e estivemos em todos os mesmos lugares. Mesmo tão diferente de mim, somos muito parecidas e ela é uma amiga com quem eu sei que posso contar. Nós estudamos juntas em Burkitsville e dividimos um apartamento junto com minha prima, Frances. Eu não costumo dar confiança para as pessoas e não as deixo entrar facilmente em minha vida, mas fico feliz em ter permitido que Calliope me abraçasse como parte da família. E ela é minha família mais próxima atualmente.

Obrigada, amiga.
-Calliope Aisha El-Hashem.

my plus one

Frances é com certeza uma das melhores coisas que já me aconteceram. Somos muito parecidas, as duas Burberry e possuímos as mesmas paixões. Ela é quase minha gêmea! Crescemos juntinhas desde pequenas e ela também sempre fez parte dos meus maiores momentos de loucura, sempre berrando um sonoro "SIM" toda vez que eu sugiro algo idiota.  E eu agradeço muito a isso. É uma das poucas amigas verdadeiras que eu mantive e mesmo que eu sinta vontade de matá-la às vezes, eu posso dizer com certeza que a amo.

My Burberry bitch!
-Frances Kohls Völkers

dirty lil' secret

Eu conheci Taylor dois anos após minha mudança para Burkitsville, no dia que descobri sobre a traição de Connor e minha mais nova fama de "chifruda". O menino salvou minha vida quando caí dentro do lago, mas não foi apenas isso que me atraiu nele de forma ridícula. Alguma coisa em Taylor... Havia algo sobre ele que me faz pensar que eu posso ser eu mesma, uma "eu mesma" que sequer sabia que existia. E eu amei. Amo a forma com que ele faz eu me sentir, é como se eu pudesse falar de qualquer coisa com ele, agir como eu quiser e sem julgamentos. E ele é como um ímã para mim, eu não consigo me afastar. O único problema é que Taylor é transsexual e possui um passado conturbado, o que poderia gerar notícias negativas sobre mim caso a mídia descobrisse sobre nós. Eu não posso arriscar minha fortuna quando meu pai disse que me cortaria caso eu quebrasse o juramento de ficar fora das revistas até me formar, e isso é simplesmente terrível.

Eu te amo, seu galinha do caralho.
-Taylor Allen Strauss.

NOT like a sister

EM BREVE.
-Alexia Falk Maverick.

Just like family

Joseph é considerado membro da minha família, por mais que ele seja pago para isso. Ele se tornou o mais novo cachorrinho do meu pai quando minha mãe morreu e desde então se tornou responsável por ficar de olho em mim. Ele sempre foi irritante, como ex agente do FBI sempre foi muito sério e protetor, e eu fazia do meu trabalho pessoa enlouquece-lo. Mesmo brigando, humilhando e gritando com ele, Joseph é algo que tenho próximo de um irmão mais velho e... Bem, foda-se: eu o amo também. Eu jamais deixaria alguma coisa de ruim acontecer com ele, por mais que eu ame dificultar e infernizar sua vida.

É uma verdadeira relação de amor e ódio.
- Joseph Marshall.

undercovered

Em breve.

My "boyfriend".
- Daniel

fucking jerk

Connor é o babaca com quem namorei por quatro anos. Meu pai conhecia seus pais, gostava dele, então eu pensei: por que não? Connor é bonito, um ator famoso e gostava de fazer as mesmas coisas que eu, por mais que eu admita que jamais o amei de fato. Ele sempre foi companheiro e por mais que estivéssemos juntos por tanto tempo, nossa relação sempre foi muito conturbada. Éramos o casal querido da América, todos queriam ser como nós, mas a verdade era que o relacionamento era uma bosta, exceto pelo sexo. Connor me traiu há duas semanas com uma modelo norueguesa magricela, acredita? Eu nem ligo para o fato de ele ter outra, o problema foi ter feito isso em público e ter manchado meu nome em muitas revistas.

Eu sinceramente só espero que você se foda.
-Connor Joseph Matheis.



CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 101
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum