[RP FECHADA] Tremble

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Sab Out 08, 2016 8:06 pm

Tremble
And drawn in my soul


LOCAL: Lago Cleanwater

PARTICIPANTES: Donatella Marie Burberry e Taylor Allen Strauss.

HORA: 14:30 P.M.

STATUS: Fechada e Livre


CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Sab Out 08, 2016 8:24 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Meu celular vibrava desesperadamente no bolso dos meus shorts, mas eu apenas ignorava. Minhas mãos seguravam o volante com força e minha cabeça doía. Agora não, Joseph. Vá para o inferno! Aquilo não estava acontecendo comigo, não com Donatella Burberry.

Minha vida havia se tornado um verdadeiro inferno desde minha prisão em Nova Iorque. Era apenas uma maldita farra, estávamos nos divertindo e isso custou meu ingresso em Harvard e a confiança do meu pai. O tão famoso Charles Burberry que havia despachado a própria filha para um final de mundo com um guarda-costas para que ela ficasse longe da mídia por um tempo, para que não tivesse que lidar com ela. E dois anos dessa miséria. Grande pai. É claro que eu ainda continuava linda, rica e loira, com o sucesso tão próximo de mim, tão alcançável, mas então tudo tinha dado merda de novo e minha vida "perfeita" havia acabado de piorar.

-O que foi, Calliope? -Perguntei em tom irritado conforme parava o carro e atendia as ligações desesperadas da minha colega de quarto. Eu estava de castigo e não deveria sair de casa sem Joseph, mas eu não ligava. Eu lidaria com o babaca e com meu pai depois. -Se eu estou bem? Não! Eu não estou bem! Primeiro meu pai me manda pro final do mundo, depois eu tenho que lidar com um monte de pobretões patéticos e agora, aparentemente, meu namorado perfeito decidiu que uma modelo norueguesa magrela horrorosa é mais interessante que eu! E saiu numa porra de uma revista! Era tudo o que eu mais queria, Calliope! Ser nacionalmente conhecida como "a trouxa do ano"!

E meu peito queimava. Abri a porta em supetão e tranquei o carro, conforme meus pés caminhavam em tom decidido em uma direção qualquer. Calliope tentava me acalmar pela ligação, mas a última coisa que eu conseguia naquele momento era ficar calma. Eu nem gostava de Connor, aquele garoto patético era sortudo por me ter em seu braço e havia decidido me trair? Eu? Eu havia decidido namorar Connor por seu nome e apenas isso. E agora aqui estava eu: com dois chifres e o corpo queimando. Como ele poderia fazer isso comigo?

A sorte do garoto era que eu não estava mais em Nova Iorque, caso contrário eu simplesmente iria destruir a sua vida. Na verdade eu estava tão ocupada pensando nas formas dolorosas de eliminar o garoto que sequer percebi onde meus passos haviam me levado. Eu havia notado as árvores, havia notado que estava em uma floresta e que - mesmo com a cidade pacífica - aquilo não era tão inteligente. Mas eu não liguei. O único problema de todo aquele plano, era que eu não havia percebido o grande lago perto de onde eu estava, muito menos as pedras escorregadias sobre os quais meus sapatos de salto deslizaram. E em menos de um segundo eu estava sendo puxada pela água.

Não que eu adorasse nadar em meu Louboutin, a verdade era que - se pelo menos eu soubesse nadar - aquela cena teria sido menos trágica. Senti o pânico atravessar meu corpo e em desespero tentei me debater, mas a água calma do lago apenas passou a me puxar para baixo, conforme eu desesperadamente tentava subir. Meu coração batia forte e eu tossia. Comecei a sentir a água entrando em meus pulmões e tentei gritar, mas aos poucos a superfície foi se afastando do meu campo de visão. E eu afundei. A pressão jogava meu corpo para baixo e todos os meus movimentos pareciam inúteis. E é assim que eu vou morrer, da forma mais vergonhosa do mundo: afogada em um lago sem correnteza..

Senti meus braços começarem a doer e minhas pernas perderem as forças. Pisquei algumas vezes, sentindo o desespero desaparecer junto com minha visão que se tornava cada vez mais turva. Busquei por ar, mas não encontrei. Então no segundo seguinte, apaguei.



CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Sab Out 08, 2016 11:14 pm



trembletake me everywhere you want
Desliguei o telefone, voltando a prestar atenção na aula. Já estava cansado de ouvir meu tio reclamando comigo porque desaprovava meu estilo de vida, sendo que essa era única e exclusivamente minha. Até poderia dizer que odiava ouví-lo me chamando por meu nome de registro, mas amava meu nome de antes da transição.

Ouvi o sinal tocar, indicando que as aulas finalmente estavam terminando. Levantei de minha cadeira rapidamente, correndo para longe daquele lugar e correndo para a piscina. Queria matar meu treino, porém seria um tanto quanto problemático fazer isso novamente.

Ter todas as obrigações de meu dia terminadas tão cedo era um tanto quanto estranho, entretanto tudo o que queria naquele momento era fugir. Não suportava mais ver as pessoas daquela maldita faculdade.

Entrei em meu carro carregando uma sacola plástica, dentro dela tinha tudo o que precisava para ter uma tarde ótima. Dirigi até o lago, ouvindo alguma música totalmente aleatório que tocava no rádio, mas que eu odiava.

Assim que cheguei no local desejado, suspirei de raiva ao ouvir o toque de meu celular e ver o nome de meu tio. Tive vontade de atender somente para xingá-lo na linguagem que deveria ser minha língua materna, porém fiz melhor e bloqueei seu número.

Desci do carro, sentando no chão e abrindo uma lata de cerveja. Quanto tempo fazia desde a última vez que tinha tomado aquilo? Bastante, provavelmente. Estava tudo tão tranquilo que dava gosto de estar ali, bem, até que notei uma garota debatendo-se dentro do lago. Demorei um pouco até absorver a informação de que ela estava se afogando e afundando.

Não havia ninguém ali, somente eu e ela. Tive que tirar minha camiseta o mais rápido que pude, mergulhando na água e nadando em sua direção. Puxei a garota já desacordada para a superfície, passando seu braço por meu pescoço e levando-a para a terra.

Como um bom nadador e conhecedor das técnicas de primeiros socorros (Que mentira da porra), deitei seu corpo na grama e comecei a lhe fazer uma massagem cardíaca. Não estava desesperado ou pânico, longe disso.

Podemos dizer que eu era um pouco tímido demais para fazer uma respiração boca a boca em alguém e nunca estive naquela situação. No entanto em momentos de crise, você não pode pensar demais, certo?

Eu sou um fodido mesmo, se ela acordar eu vou levar um belo de um tapa” Pensei enquanto suspirava de olhos fechados e estalando meus dedos um por um em seguida.

Levantei o queixo da loira num ato um tanto quanto hesitante, tapando seu nariz com meus dedos. Encostei meus lábios nos seus, expelindo ar na tentativa de fazê-la voltar a respirar.

avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Sab Out 08, 2016 11:27 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Vamos, Dona. Não morra, não mora. Algumas pessoas dizem que vemos uma luz se aproximar quando estamos naquele momento entre a vida e a morte. A famosa "luz no fim do túnel", o "anjo que lhe guia quando as esperanças acabam". Mas se os boatos fossem verdade, eu estava indo para o inferno, já que tudo o que eu via era preto. Inconsciência. A  sensação de tentar respirar e não conseguir era horrível, de perder a força do seu corpo, de não ter controle sobre si. Era pior do que qualquer coisa que um dia senti e por um momento realmente acreditei que aquele seria meu último momento no mundo...

Até que acordei, cuspindo o meu pulmão junto com os litros de água que eu havia ingerido. A primeira imagem que eu vi foi de uma silhueta e no segundo seguinte eu me virei para o lado, tossindo toda a água que havia inspirado. Minha respiração era alta e falhada, meus olhos arregalados e minhas roupas destruídas. Se eu não tivesse quase morrido, estaria muito chateada por ter estragado minha coleção novinha.

Me sentei de supetão, apoiando a mão sobre o peito e continuei a tossir conforme tentava limpar meu pulmão. Eu sentia desespero e quando finalmente me virei para o lado, me deparei com um garoto que me observava em espanto. Ele estava com vergonha? Ignorei sua expressão completamente, olhando para o rio e para ele vezes consecutivas. Ele havia me salvado? Voltei a deitar no chão, soltando um suspiro alto.

-Oh meu Deus. -Falei em tom exasperado, olhando de rabo de olho para o rapaz perto de mim. Eu sequer sabia o que falar, principalmente quando nunca havia soltado as palavras "muito obrigada" da minha boca. -O que aconteceu?

Perguntei em confusão. Aquele era meu herói? Ele não se parece com um herói. Analisei o rapaz rapidamente, parando para reparar em seu rosto com traços um tanto femininos. Ele era bonito. Voltei a olhar para o céu e soltei um suspiro, me forçando a sentar novamente. Engoli em seco, forçando um sorriso. Vamos lá, ele salvou a sua vida.

-É... Hm... Ahm... O-Obrigada. -Falei completamente desajeitada. -Por... É... Você sabe...

Apontei com o polegar sobre os ombros em direção ao rio. Boa, Donatella.



Última edição por Donatella Marie Burberry em Dom Out 09, 2016 12:52 am, editado 1 vez(es)


CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Dom Out 09, 2016 12:05 am



trembletake me everywhere you want
Ao acordar, a reação da garota havia sido completamente diferente de tudo o que eu havia esperado. Na verdade havia sido até mesmo engraçado vê-la olhando para o rio e em seguida para mim várias vezes seguidas. Digamos que me segurei um pouco para não rir.

Ela era linda e um tanto quanto peculiar em minha visão. Tinha cabelos loiros, olhos claros e um corpo magro, provavelmente poderia chamá-la facilmente de padrãozinho. Não que eu fosse muito diferente.

Levantei de onde estava, pegando minha camiseta e vestindo-a novamente. Não me importei muito com o fato de ainda estar molhado, a vida era curta demais para ficar me preocupando com uma besteira como aquela.

— Não sei dizer ao certo o que aconteceu, quando vi você já estava se debatendo na água. — expliquei coçando meu maxilar. — Quando vi só fiz o que qualquer pessoa sensata faria, certo?

Ouvi a moça agradecendo, ela parecia um tanto quanto desconcertada com aquilo. Por algum motivo criei várias teorias para ela estar daquela forma ou talvez a menina simplesmente não era muito de usar os bons modos.

Soltei uma risadinha, andando na direção do carro. Tinha certeza que havia uma toalha limpa e roupas em algum lugar, quando se faz natação você nunca pode andar despreparado. Demorou um pouco até que pudesse encontrar a mochila onde estavam ambos.

Caminhei em sua direção, colocando a bolsa em seu lado de maneira sutil. Abri um sorriso discreto em sua direção, colocando as mãos nos bolsos de minha bermuda.

— Está tudo limpo aí dentro e é melhor você se secar. Não vai se você tiver uma hipotermia, certo? — Dei de ombros. — Você não precisa me agradecer, sabia? Está tudo bem. Sou Taylor, e você?

Sabia que estava fazendo perguntas demais, no entanto só pude ignorar e sentar no chão. Soltei um suspiro triste ao notar que havia derramado uma parte da cerveja, tendo que abrir outra lata.

avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Dom Out 09, 2016 12:24 am

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Eu ainda estava um pouco desconcentrada com tudo o que estava acontecendo, mas ver o sorriso querendo se abrir no rosto do garoto me tirou um pouco do sério. Ele estava rindo de mim? Mesmo? Aquilo era completamente ofensivo e sádico, mas a segunda parte me fez até mesmo sentir certa simpatia por ele. Eu provavelmente nem teria me incomodado em salvar a pessoa, então estávamos quites.

Olhei para o lago quando escutei o que ele disse e forcei minha mente para me lembrar que caralho eu estava fazendo aqui. Connor. O nome voltou como um tapa na cara e me lembrei imediatamente de todas as revistas de fofoca em que meu nome havia saído como chacota. Filho de uma puta. Senti o ódio crescer em meu corpo, mas me forcei a respirar fundo. Olhei de canto de olho em prol de analisar o garoto desconhecido quando ele se colocou de pé para vestir sua camisa e não pude deixar de notar duas grandes cicatrizes em seu peito. Que porra é aquela? Senti vontade de perguntar, e provavelmente teria, mas ele acabou falando antes que eu pudesse.

-Bem, certo. Acho. Eu não teria estragado esses Louboutin em sã consciencia. -Torci o nariz ao olhar para meus sapatos molhados, os tirando imediatamente. Um disperfício. -O lado bom de tudo isso é que meu celular está no fundo desse lago e que estou incomunicável. Paz, finalmente.

E aquela era a mais pura verdade. Eu não aguentava mais as ligações de Joseph e de Calliope ou de repórteres ou da RP da Burberry. Eu estava exausta, farta, eu precisava de um tempo só para mim e - impressionantemente - meu ideal de tempo de qualidade era ao lado de um magricelo que havia acabado de salvar a minha vida. A que ponto você chegou, Donatella? Meus olhos caíram sobre as latinhas que o garoto tinha consigo e mordi o lábio ao sentir o calafrio em meu corpo. Eu estava irritada, cansada e bebida caíria mais do que bem. O único problema era que eu não ingeria álcool desde o meu... Pequeno incidente com a cadeia. Ah, foda-se.

-Eu vou te fazer companhia por um tempo enquanto tento te convencer a não espalhar por aí que eu não sei nadar, ok? -Disparei, pegando uma latinha sem sequer pedir. A abri, abrindo um sorriso de canto. E o retrocesso começava. -E não vamos falar desse episódio pra ninguém, ok? Eu já tenho suficiente irritação de pap...

Eu ia terminar a palavra quando vi uma mochila ser jogada em minha direção. Apoiei a lata ao lado sobre a pedra e abri a bolsa, torcendo o nariz quando vi as roupas que ele me oferecia. Quis dar risada. Ele queria que eu realmente vestisse aquilo? Meus olhos caíram sobre o rapaz e uma expressão de choque se formou em meu rosto quando ele perguntou qual era o meu nome. Ele não sabe quem eu sou?

Como uma flecha, uma ideia me atingiu. Pela primeira vez me senti contente em alguém não saber quem eu era, por não saber quem era Donatella Burberry ou toda a bagagem que minha história trazia comigo. "A menina que foi presa", "a herdeira mimada", "a queridinha de NY", "a garota dos escândalos". Por um momento eu poderia ser quem eu quisesse e considerando minha situação naquele momento, a última pessoa que eu queria ser, era eu. Você pode ser qualquer coisa, Dona. Um sorriso sincero se abriu em meu rosto pela primeira vez desde que pisei naquela cidade.

-Meu nome é Colleen. -Contei, olhando para as roupas. Donatella definitivamente jamais vestiria aquelas coisas horrorosas ou beberia cerveja, mas Colleen? Colleen estava pouco se fodendo pra tudo. -É um prazer, Taylor. Pode se virar pra lá?

Pedi quase educadamente, apontando para o outro lado e sorrindo, conforme me colocava de pé e tirava a camiseta da mochila. Tirei as roupas molhadas do corpo, virada de costas para o caso de ele tentar espiar. Passei a toalha sobre meu corpo e então vesti a camiseta que me serviu quase como um vestido, mantendo minha roupa íntima - ou pelo menos a calcinha.

Voltei a me sentar e apertei a toalha contra os fios molhados dos meus cabelos, pegando a lata e bebendo mais um gole. Que saudades, álcool.

-O que você faz sozinho no meio do nada, Taylor? Aqui parece tedioso. O que faz pra se divertir?




CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Dom Out 09, 2016 1:04 am



trembletake me everywhere you want
Inclinei a cabeça, olhando-a com um olhar confuso. Para quem caralhos eu espalharia que havia salvado uma loira aleatória? Além do mais, não gostava de contar para ninguém coisas que havia feito. Me sentia exibido e odiava gente exibida.

Não lhe respondi, continuei quieto por alguns instantes enquanto bebericava a bebida. Pensava em sua reação ao me ouvir perguntar seu nome, a garota parecia totalmente incrédula como se ninguém nunca tivesse feito isso antes. Bem, se ela era algum tipo de ícone de adolescentes, teria que me desculpar, nunca havia sido bom nesse tipo de coisa.

— Prazer em te conhecer também, Colleen. — afirmei, expandindo ainda mais o sorriso em minha face. — Claro, sem problemas.

Virei para o lado oposto ao que ela estava, começando a mexer em meu celular. Queria ligar para Andrew e perguntar o que fazer, provavelmente ele saberia melhor que ninguém, afinal, quem não amava um tatuado com cara de antipático?

Em pouco tempo Colleen havia voltado vestindo a camiseta que tinha lhe emprestado. Aquilo ficava enorme até mesmo em mim, parecia uma camiseta que algum brutamontes jogador de futebol americano usaria.

Tomei o resto do líquido que havia no recipiente de metal, vendo gotículas de água caindo de meus cabelos e molhando o chão. Levantei o olhar para a garota, ouvindo sua pergunta com atenção e pensando numa resposta. “Nem mesmo eu sei o que faço para me divertir além de ser imbecil” Pensava praticamente gargalhando.

— Estou passando o tempo e fugindo das pessoas, acredito. — respondi, passando as pontas dos dedos nos pelos de minha sobrancelha. Aquele era um gesto totalmente habitual em minha vida, por mais que todos achassem estranho. — Ótima pergunta, a única coisa que consigo fazer é estudar e nadar. E você? O que faz para se divertir?

[/quote]
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Dom Out 09, 2016 1:16 am

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Eu não sei o que esperava ouvir do desconhecido, mas esperava pelo menor um pouco além de "estudar e nadar". Na verdade fiquei tão entediada com o pensamento de viver por aquilo que tive vontade de me jogar no lago de novo. Taylor era simpático, não parecia ter ligado para o fato de eu ter roubado sua bebida e a forma com que ele agia, como se não me conhecesse, era completamente libertador. Eu estava tão acostumada com pessoas que me conheciam antes mesmo de eu me apresentar, antes mesmo de me conhecerem ao vivo e não através de uma revista de fofoca. Acho que eu nunca havia percebido quanto o nome Burberry pesava até aquele momento.

-Fugindo de pessoas? Acho divertido. -Abri um sorriso irônico, dando um novo gole na bebida refrescante. Quando eu me senti assim? Relaxada, apenas bebendo e conversando? Sem obrigações, sem roteiro? Bem... Nunca. Um sentimento bom atravessou meu corpo e quase estremeci. -O que eu faço para me divertir? -Repeti a pergunta, o olhando em tom divertido. -Além de me afogar e ser salva, você diz? O que? Achou que fosse especial? Foi meu terceiro resgate da semana.

Brinquei, soltando uma risadinha e me colocando de pé, pulando sobre uma grande pedra, abrindo os braços para conseguir equilíbrio. Sentir o sol quente contra minha pele e os pés descalços sobre a pedra gelada era reconfortante. Apontei para o lado, olhando de rabo de olho para Taylor em um pedido silencioso de salvamento caso eu caísse de novo. Caminhei sobre as pontas dos pés, os braços abertos, quase em formato de cruz conforme traçava caminhos aleatórios.

-Eu sou nova aqui, mas tinha que ver como me divertia em Nova Iorque. -Contei, me virando em sua direção, abrindo um sorriso completamente animado. -Imagine só: as maiores festas, pessoas de todo o mundo, carros, bebida de qualidade, música alta, drogas...! -Abri um sorriso largo, me lembrando dos bons momentos que passei com todos que um dia pensei ser meus amigos. -Pegar o carro e simplesmente deixar a cidade. Passar uma semana na praia. Apenas bebendo e queimando a cabeça no sol. Transando no mar. -Ergui uma sobrancelha. -Apostando racha. Pulando de para-quedas. Acho que isso é o que eu chamo de diversão.

Dei de ombros conforme pegava um boné dentro da mochila e colocava sobre meus cabelos ainda úmidos. Desci da pedra, pulando para perto do garoto, me sentando ao seu lado e abrindo um sorriso exagerado, dando um gole em minha cerveja inacabada.

-Mas eu vim parar aqui. -Dei de ombros. -Universidade.

Fiz uma careta, mostrando a língua, como se passasse mal com a ideia.


CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Dom Out 09, 2016 1:19 pm



trembletake me everywhere you want
Revirei os olhos ao ouvir seu comentário, óbvio que fugir de pessoas era divertido! Você se livrava de um peso horrível que parecia afundar seus ombros. Maioria das pessoas são tóxicas, todos sabem disso.

Colleen era simpática, no mínimo. Falava como se estivesse feliz por estar ali naquela hora e naquele lugar, fazendo algumas piadas que não pude deixar de rir.

— Acho que você deveria ficar bem longe de água, isso sim. — soltei, rindo discretamente e curvando minha sobrancelha direita.

Obviamente fiquei um tanto quanto assustado quando a loira subiu em uma pedra enorme que havia ali. Tudo bem que havia muito bem conseguido salvá-la de se afogar, porém acredito que não há técnicas de primeiros socorros para um traumatismo craniano.

Apertei o celular em minha mão, pronto para discar pra uma ambulância enquanto ouvia seu quase monólogo. A garota havia feito tudo que eu sempre pensei em fazer, no entanto não pude por ser um medroso. Tinha medo de trazer uma decepção ainda maior para meu tio, por isso sempre foquei em meus estudos e nunca havia ido para alguma festa além de meu baile de formatura.

Terminei de tomar a cerveja, toda aquela história de Colleen me fazia lembrar de meus tempos na Holanda e em Chicago. Nunca poderia dizer que havia me divertido verdadeiramente em toda a minha vida, sempre fui fechado e assustado como um gato doméstico.

Retribui o sorriso da moça, um pouco mais escondido, porém verdadeiro. Faculdade era péssimo, principalmente no fim de mundo que era Burkittsville.

— Que sorte, acabou chegando no inferno dentro de outro inferno! — respondi com sarcasmo e um falso entusiasmo. — Você parece ter vivido histórias incríveis, queria ter tido o mínimo dessa coragem.

O sorriso em meu rosto expandiu-se ainda mais enquanto eu olhava diretamente nos olhos claros da loira. Abri outra lata de cerveja, bebendo um gole rápido do líquido e apoiando o queixo em minha mão direita.

— Qual seu curso, Colleen? Você parece ser mais interessante até mesmo nesse quesito. — brinquei, gargalhando poucos segundos depois. — É sério, não é como se psicologia fosse um curso que você olha e fica surpreso.

Franzi o nariz em desgosto, suspirando logo em seguida.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Dom Out 09, 2016 3:07 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Pela primeira vez na vida senti que – conforme eu falava, alguém realmente se interessava pelo que eu tinha a dizer. Taylor parecia escutar com atenção o breve resumo de minhas aventuras e aquilo era satisfatório. Na maioria das vezes, as pessoas apenas ficavam me atirando perguntas ou simplesmente não ligavam para o que eu tinha a dizer. Eu estava começando a ter o terrível pensamento de que eu gostava mais de ser Colleen do que Donatella Burberry.

-O que é a vida se você não vive perigosamente? -Retribui em tom irônico o seu comentário sobre ficar longe da água. Ele parecia realmente tenso em me observar onde eu estava, e apenas pareceu relaxar quando finalmente me sentei ao seu lado. Ergui uma sobrancelha, virando o restante de minha cerveja e deixando a latinha de lato. Um sorriso malvado se abriu em meu rosto quando tomei a latinha cheia que ele tomava de suas mãos. -Nem me fale de inferno. Já estou começando a pegar queimadura desse lugar.

Revirei os olhos ao comentário irônico do rapaz que parecia odiar Burkitsville tanto quanto eu. E não era para menos: a cidade era pequena, monótona e cheia de gente feia. Eu contava os dias para voltar para a casa em NY, e atualmente eram dois anos, um mês e dezenove dias.

Fiquei completamente desconcentrada quando ouvi Taylor perguntar qual era meu curso. Meus olhos analisaram seu rosto cuidadosamente conforme eu percebia a merda que havia acabado de fazer: ele está na mesma universidade que eu e obviamente seria questão de tempo até ele descobrir que eu não me chamava Colleen. Por outro lado, nós nunca havíamos nos visto antes e muito provavelmente continuaria assim, além de que eu ainda não estava pronta para desapegar da minha nova personalidade. Ajustei o boné em minha cabeça, me apoiando sobre as mãos atrás do meu corpo.

-Eu faço arquitetura. -Menti de novo, pensando na segunda opção de curso, caso eu não fizesse moda. -Não é um curso super diferentão também, mas meu pai tem uma construtora e quer que eu toque o negócio dele. -Verdade, exceto pelo fato de que não era uma construtora que eu herdaria. -Eu acho que curto o curso, pelo menos isso deu certo pra mim.

Revirei os olhos com meus pensamentos, conforme respirava fundo e me lembrava de todas as manchetes que haviam exibido o nome Donatella Burberry. Sem pensar duas vezes, virei toda a lata de cerveja e amassei a latinha, colocando-a junto com a outra vazia. Apontei para uma fechada, em pedido silencioso para Taylor. Acabei por pegá-la por fim.

-Eu preferia que minha vida fosse menos interessante. Por exemplo: eu estou aqui em Burkitsville por um castigo. Eu fui presa em Nova Iorque tentando encobrir uma besteira que meu ex-namorado fez em uma das nossas “saídas”. -Revirei os olhos, conforme contava para Taylor uma coisa que nunca havia contado para alguém antes. Soltei uma risada irônica, dando um novo gole na cerveja. Eu já conseguia sentir levemente o efeito do álcool em meu corpo que havia passado tanto tempo sem. -O mesmo namorado, inclusive, que achou divertido me trair. E todos descobriram... Incluindo, claro, eu. -Abri um sorriso amargo, revirando os olhos. Dei mais um gole na bebida, a oferecendo para o rapaz. -E a parte mais merda disso tudo? Eu nem gosto dele.

Revirei os olhos novamente, pensando em quão estúpida eu poderia ser. Eu estava me sentindo leve por poder contar minha história sem esperar julgamentos ao nome Donatella que deveria estar sempre limpo, sempre lindo. Era legal poder falar de mim, de Colleen como um ser humano normal que falha. Pelo menos havia uma primeira vez para tudo.
-Agora eu te pergunto, Taylor: -Me ajoelhei, parando de frente para o menino, mantendo meu rosto na altura do seu. Meus olhos focaram suas orbes castanhas e me recusei a desviar os olhares conforme pronunciava as seguintes palavras: -Se você tivesse a chance de fazer algo interessante agora, você faria?




CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Seg Out 10, 2016 8:48 pm



trembletake me everywhere you want
Ri com nervosismo ao ouvir o questionamento de Colleen. Ouvir, mesmo indiretamente, na sua cara que você não tem uma vida é uma coisa que dá náuseas. Abaixei minha cabeça, desviando o olhar dela.

No fim de tudo permaneci calado, não me importando muito quando vi a moça pegar a latinha de minhas mãos. Entrelacei os dedos, rindo ao ouvir o comentário da garota. Burkittsville era uma ótima cidade, porém não quando você havia sido obrigado a ir para lá, o que acontecia em noventa por cento dos casos.

— Uma hora você se acostuma. — afirmei numa tentativa de lhe confortar. Não que fosse fácil de se acostumar com aquele lugar, acho que você só conseguiria fazer isso quando um dos assassinos enfiasse a faca em você.

Era possível notar um tanto de inquietação por parte de Colleen ao me ouvir perguntar sobre seu curso, entretanto ela terminou somente arrumando o boné em sua cabeça e respondendo a pergunta.

Arquitetura, a loira cursava arquitetura. Definitivamente foi um tanto quanto inesperado para mim, achava que ela fazia alguma coisa mais monótona. Ela tinha uma história interessante, as vezes gostaria de ter herdado alguma coisa de meus pais além de desgosto e uma taça de plástico.

— Deus, acho que nunca diria que você faz arquitetura. — Passei a mão em minha testa, abrindo mais uma latinha. Não conseguia sentir o álcool fazer efeito, eu tinha resistência demais para que isso acontecesse tão rápido. — Deve ser uma pressão horrível essa coisa de herdar construtora e essas coisas, né?

Olha, as vezes eu achava que bebia exageradamente até conhecer a loira. Como caralhos alguém conseguia virar uma lata de cerveja tão tranquilamente? Acredito que já podia esperar ela totalmente bêbada em pouco tempo.

Já estava pronto para lhe dar a outra latinha que a garota pedia, até que ela pegou por si só, me fazendo dar de ombros. Dei um gole na bebida enquanto ouvia as palavras pronunciadas, a estudante de arquitetura parecia estar se livrando de um peso falando daquilo o que me deixava totalmente feliz. Gostava de sentir que alguém estava confortável em minha presença, tinha uma ótima sensação.

— Essa coisa de ex é uma merda, né? Lembro que quem eu namorava no ensino médio sumiu sem dar notícias, desde então acho que só quis um relacionamento com uma pessoa. — Gargalhei com a lembrança. Na época havia sido horrível, Luke havia me deixado pouco depois que havia começado minha transição e chorei por um bom tempo por causa dele.

Fiquei distraído por algum tempo, pensando no quanto havia sofrido em meu ensino médio. Odiava todos e todos me odiavam, a única sorte que tinha era de morar em uma cidade grande e podia fugir para algum espaço qualquer. A única pessoa que eu nutria algum tipo de carinho era meu namorado, até que ele desapareceu.

Notei a movimentação de Colleen, surpreendendo-me. A garota ajoelhou-se de frente para mim, fitando diretamente meus olhos. Odiava quando alguém fazia aquilo, me sentia desvendado, como se pudessem ver todos os meus segredos em um único olhar, porém o devolvi com a mesma intensidade.

Sorri tranquilamente com sua pergunta, sabia exatamente o que queria fazer.

— Dependendo do seu conceito de interessante, sim. — respondi.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Seg Out 10, 2016 9:09 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Ex-namorado, pressões, eu adorava que Taylor parecia me entender, e se eu estivesse ali porque queria sentar e conversar sobre minha vida, provavelmente ele seria o escolhido para a missão. Mas não. Eu não queria sentar e me lamentar sobre mais nada, sendo que eu sabia que aquilo jamais me ajudaria em alguma coisa, pelo menos não por hora. Eu queria me libertar, queria tirar a raiva do peito e eu já sabia exatamente como fazer isso.

Foi ali, olhando nos olhos escuros e ouvindo o comentário do garoto que escutei-o pronunciar exatamente o que eu queria ouvir. Ótimo. Um sorriso sem exibir os dentes se formou em meu rosto conforme uma expressão completamente maliciosa tomava conta do meu semblante. Me coloquei de pé, erguendo a mão para o rapaz, desejando que ele usasse da minha ajuda para que pudesse se levantar também.

-Ótimo. Venha comigo.

Falei, conforme o segurava pela mão e o puxava em direção ás arvores, conforme nos afastávamos da água em direção a floresta. Meus olhos buscavam por algum sinal do que eu procurava, e com a pouca luz da tarde que começava a cair, estava difícil. Não demorou para que minhas orbes encontrassem um enorme pedaço de madeira no chão, junto de algumas pedras que pareciam ser pesadas. Abri um sorriso ainda mais largo, soltando a mão de Taylor e caminhando em direção aos objetos. Segurei as pedras pesadas com dificuldade, as entregando para o rapaz e agarrei o pedaço grosso de madeira, conforme acenava, pedindo para que ele me acompanhasse.

Não demorou para que o sedã preto que eu havia vindo dirigido aparecesse diante dos nossos olhos, exatamente onde eu havia deixado. Olhei sobre meu ombro para o rapaz e um sorriso largo se formou em meu rosto. Antes que ele pudesse dizer alguma coisa, atirei a primeira pedra pesada que trincou o vidro do para-brisas, em enormes rachaduras.

-Por todas as suas frustrações, Tay.

Falei em tom exasperado, conforme pegava o pedaço de madeira e o usava para bater no retrovisor que após dois baques caiu. Minha respiração estava alta e eu sequer tinha controle do meu corpo conforme quebrava os vidros, arranhava a pintura e amassava a lataria do carro. Essa é por me mandar para Burkitsville, essa é por mandar um guarda-costas para tomar conta de mim, essa é por não ter sido capaz de me dar atenção, essa é por me moldar como queria.

Havia tempos em que eu não descontava minha raiva em alguma coisa e o Azera estava sendo um perfeito saco de pancadas. Não demorou para que o alarme começasse a soar, mas a floresta vazia nos dava liberdade para isso. Não sei quanto tempo passei batendo no carro, mas quando finalmente parei, soltei uma gargalhada alta e me sentei no chão, tentando compassar minha respiração alta. Eu havia cansado. O carro estava bem destruído e era simplesmente uma delícia olhar para ele. Virei-me em direção ao rapaz, soltando um suspiro quase satisfatório.

-É o carro de alguém que merecia isso, eu prometo. -Soltei uma risadinha abafada, erguendo uma sobrancelha em seguida. -Hm... Eu espero que você tenha vindo de carro. Acho que eu vou precisar de uma carona.



CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Seg Out 10, 2016 10:14 pm



trembletake me everywhere you want
Ver o sorriso de Colleen era a coisa mais agradável possível, provavelmente poderia passar a tarde inteira rindo e conversando com ela. As vezes é estranho como podemos encontrar pessoas incríveis em situações inesperadas.

Segurei a mão da garota, levantando-me de onde estava. Fui guiado até a floresta, onde ela parecia procurar alguma coisa por ali. Pouco tempo depois senti minha palma ser solta enquanto Colleen pegava algumas pedras e me entregava enquanto eu a olhava com um olhar interrogativo. Mesmo que não estivesse entendendo nada, continuei seguindo-a sem questionar nada.

Não foi muito tempo até que encontramos algum carro preto aleatório. Até poderia fazer que nem todos os caras que conhecia e ficar falando sobre o veículo, descrevendo-o completamente, entretanto tinha um conhecimento praticamente nulo sobre aquilo.

Fiquei completamente boquiaberto quando a vi atirando uma pedra no para-brisas do carro, trincando o vidro. Abri a boca para perguntar para a moça o que estava acontecendo, ouvindo-a pronunciar uma frase antes que eu pudesse fazer isso. Sorri meigamente com suas palavras, mesmo que ela tivesse tantos problemas e frustrações quanto eu.

— Não esqueça de todas as suas frustrações também. — lhe disse antes de atirar uma das  pedras que ela tinha me entregado, terminando de quebrar o vidro.

Nunca havia pensando em descontar minha raiva em objetos inanimados, na verdade nunca havia sequer pensado em descontar minha raiva em algo. Preferia guardá-la para mim, enterrando-a com meus sentimentos mais profundos.

Ouvi o som irritante do alarme tocando, o que me fez ter ainda mais vontade de destruir aquele carro. Joguei uma pedra na janela e logo em seguida na lataria, deixava naquele carro toda a dor que o mundo havia feito questão de proporcionar em mim. Tudo o que não tinha feito por medo, todas as oportunidades que havia perdido, atirava tudo naquele veículo.

Parei de jogar pedras e bater no veículo assim que notei que Colleen havia parado também e me senti um tanto culpado. Nem mesmo quando a menina tentou me confortar melhorou realmente alguma coisa, mas tudo o que pude fazer foi deitar-me de seu lado e fingir que não sentia um peso na consciência.

Acalmei minha respiração ofegante, sorrindo para a garota que estava virada para mim. Fechei os olhos pelo o que pareceram alguns segundos, passando os dedos por meus cabelos e os abrindo novamente.

— Claro que posso te dar uma carona, só se for agora. — falei com um sorriso brincalhão. — Se quiser a gente pode até... Sei lá, sair ou coisa do tipo.

Desviei o olhar com timidez. Cobri meu rosto com uma das mãos, sentindo-o queimar levemente.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Seg Out 10, 2016 10:47 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Eu queria gargalhar. Eu havia ficado tão focada em acabar com o carro de Joseph que sequer me dei conta que Taylor havia me ajudado a destruí-lo. E quando percebi, foi maravilhoso. A raiva havia escapado do meu corpo, eu estava em transe e meu peito subia e descia com força por causa da respiração. E não conseguia parar de rir. O garoto despencou ao meu lado e parecia em estado tão bom, ou até melhor, do que o meu. E eu fiquei feliz por isso, por encontrar uma pessoa que me ajudou a fazer uma loucura e não ficou apenas me encarando, se perguntando o que havia de errado comigo. Havia alguma coisa de errado com todos nós, só tínhamos que ser sinceros suficiente para aceitar.

Eu havia feito uma pergunta simples para o garoto que talvez nem mesmo tivesse sido uma pergunta, mas quando ouvi sua resposta, tive que parar por um momento. Meus olhos caíram cuidadosamente conforme eu percebia os sinais de timidez em sua expressão. Se fosse qualquer outro dia da minha vida, eu teria dado risada, teria o humilhado de alguma forma justamente porque percebi certa fraqueza em sua confiança, mas por alguma razão eu não quis fazê-lo. A Donatella de verdade teria feito o menino provavelmente chorar, mas eu... Eu não era Donatella, era?

Provavelmente eu não teria interesse em Taylor se ele não fosse um modelo norueguês ou um brilhante promissor britânico recém-chegado a Wall Street. Eu sequer teria o percebido se ele não tivesse me resgatado e basicamente salvado a minha vida. Eu havia bloqueado tantas pessoas da minha vida que cheguei a pensar em quantas oportunidades de encontrar personalidades maravilhosas ao longo do tempo foram jogadas fora. E eu não pretendia mudar. Quando eu voltasse para a casa, eu ainda seria Donatella Burberry, eu ainda seria a herdeira multimilionária. Mas ainda não. Eu ainda tinha um pequeno tempo, um tempo curto do qual eu ainda poderia usar para ser Colleen.

O observei em uma expressão neutra, mas meus olhos brilharam quando o observei. Mudei de posição de onde estava e me aproximei vagarosamente do seu corpo, passando uma das minhas pernas para um dos lados do seu colo, enquanto a outra se mantinha onde estava. Apoiei as mãos sobre a terra e me curvei, fitando os olhos castanhos tímidos.

-Sair? Pra que? A gente já está aqui.

Aproximei o rosto do garoto até que nossas respirações se misturassem. Senti seu hálito quente e aroma de álcool contra minha pele, conforme meus lábios se grudavam aos dele, em princípio de um beijo. Eu não tinha ideia do que estava fazendo nem a razão, só sabia que estava irritada com o mundo e que a última vez em que eu havia me sentido bem daquela forma, havia sido há muito, muito tempo. E eu queria mais.

Escorreguei os dedos cuidadosamente pelos ombros do garoto, deixando o peso cair em meu colo conforme eu sentava sobre o seu. Me permiti experimentar seu sabor, de cerveja, como eu já havia antecipado. Meus dedos escorregaram por seus fios, conforme eu enroscava-os em suas pontas e puxava lentamente o lábio inferior do garoto com os dentes, o beijando de forma doce.



CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Taylor Allen Strauss em Ter Out 11, 2016 6:51 pm



trembletake me everywhere you want
Estava distraído demais para notar a movimentação de Colleen, me foquei tanto em não parecer um retardado tímido que não notei sua aproximação. Quando menos dei conta, dei de cara com a garota que estava com cada uma de suas pernas do lado de meu corpo.

Não tive tempo para sorrir ou dizer algo após sua fala, pois logo senti os lábios da garota pressionados nos meus e fechei os olhos. Sentir aquela sensação novamente era uma coisa que nunca esperei que fosse acontecer, ainda mais com ela acordada.

Apreciava o gosto da cerveja, levando uma de minhas mãos até sua cintura e a outra até seu rosto, acariciando-o com o polegar. Ergui um pouco meu corpo, suspirando quando senti meu lábio inferior ser mordido pela loira.

Há quanto tempo não sentia aquela sensação? Quando havia sido a última vez que havia suspirado por algo ou alguém? Tinha me fechado tanto que aproveitar era uma palavra que já não encontrava-se mais em meu vocabulário.

Tirei minha mão de sua bochecha, levando-a até seu cabelo e afastei-me de seu rosto. Apoiei meu queixo em seu ombro, beijando de maneira delicada o seu pescoço e enrolando uma de suas mechas em meus dedos.

— Prefere mesmo ficar aqui? — questionei em um sussurro. — Por mais que seja uma cidade pequena, existem tantos lugares que podemos ir…

Podia sentir a brisa passando por nós, carregando folhas de árvores e fazendo um barulho agradável. Aos poucos o céu parecia estar com diferentes cores, denunciando a ida do sol para dar lugar para lua.
avatar
Taylor Allen Strauss
natação (u)

natação (u)

Mensagens : 52
Data de inscrição : 12/08/2016
Idade : 22
Localização : Procurando nemo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Donatella Marie Burberry em Ter Out 11, 2016 7:32 pm

I am so Fab... Check it out! I'm blonde, I'mSkinny, I'm rich, and I'm a little bit of a Bitch.

Um suspiro escapou dos meus lábios conforme meus olhos se fechavam e eu sentia os arrepios gostosos que os beijos que Taylor dava em meu pescoço causavam. Meu corpo estava relaxado e meu coração batia forte, uma sensação da qual eu quase não me lembrava desde que a última vez que eu havia ficado próxima daquela forma de alguém havia sido... Bem, não importa. A ponta das minhas unhas desenhavam formas sem sentido contra a pele da nuca de Taylor e quando seus lábios finalmente se afastaram da minha pele, quis reclamar. Mas ele foi mais rápido:

— Prefere mesmo ficar aqui? Por mais que seja uma cidade pequena, existem tantos lugares que podemos ir…

Um sorriso largo se abriu em meu rosto conforme eu o fitava fundo nos olhos, deixando minha mente me levar para todas as opções de coisas que eu seria capaz de fazer naquele momento. Eu queria levar Taylor para casa, mas não queria ter que lidar com Calliope, Frances ou Joseph, então estava fora de questão. Nós poderíamos subir pelas escadas de incêndio e passarmos despercebidos, mas eu estava afim de algo mais interessante. Talvez algo que eu fosse me arrepender no dia seguinte.

Era um perigo pensar na quantidade de coisas que eu pensava naquele momento, mas eu não ligava. Meus olhos brilharam e então eu me coloquei de pé, erguendo a mão para que Taylor também se levantasse e o puxei contra mim, enfiando ambas das minhas mãos nos bolsos traseiros do seu jeans, abrindo um sorriso malicioso, aproveitando para apalpar a área. Pisquei.

-Tudo bem. Vamos ver o que a maravilhosa Burkitsville tem a nos oferecer.

Falei em tom irônico, afastando minhas mãos e o observando em uma careta maligna quando exibi a chave do seu carro pendurada em meus dedos. Disparei em direção às árvores, deixando risadinhas escaparem dos meus lábios conforme eu corria em direção do rio onde havíamos deixado todas as coisas. Enfiei minhas roupas na bolsa do rapaz e a joguei em sua direção, disparando em direção ao carro estacionado não muito longe.

Tomei o banco de motorista e observei minha companhia em tom extremamente divertido, conforme girava a chave e ouvia o roncar do motor.

-Shall we, mon amor?


RP ENCERRADA. CONTINUA AQUI




CHECK IT OUT
I'M SO FAB! I'M BLONDE, I'M RICH.
avatar
Donatella Marie Burberry
populares (u)

populares (u)

Mensagens : 97
Data de inscrição : 16/09/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [RP FECHADA] Tremble

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum